Um grupo de colaboradores da Campanha da Fraternidade Auta de Souza, da Casa Fabiano de Cristo, órgão assistencial da Federação Espírita do Estado de São Paulo, com o objetivo de levar a Doutrina Espírita a periferia de São Paulo, resolveu fundar uma associação espírita (antigamente era denominado como Centro Espírita) no bairro do Jardim Umarizal, Campo Limpo, na cidade de São Paulo.

Esse grupo, composto por Vitório Pace, José Coutinho da Silva, Benedito de Oliveira, Conceição Merighi, Salvatina Simões Monteiro, Magali Abujade, Mirna Abujade, Irmgard Weber, Cleonice Seste Faria e Alcindo Demétrio, no dia 04 de outubro de 1964, as 21:00 horas, reuniu-se em Assembléia na residência de Salvatina Simões Monteiro, residente na rua Eçauna, nº 23, no jardim Umarizal, fundando a Comunhão Espírita Cristã Auta de Souza, cuja diretoria ficou composta por:

Presidente – Vitório Pace
Vice Presidente – José Coutinho da Silva
1º Secretário – Magali Abujade
2 º Secretário – Mirna Abujade
1 º Tesoureiro – Irmgard Weber
2 º Tesoureiro – Cleonice Seste Faria
Fiscal Geral – Alcindo Demétrio

Aprovado o 1º estatuto social da Comunhão, o registro deu-se no 4º Cartório de Registro de Títulos e Documentos (Cartório Medeiros), na cidade de São Paulo.

Em dezembro de 1.965, para a criação da sede própria, adquiriu-se um terreno na Rua Guaramembé, local onde hoje fica a sede; em 1967,foi construída uma pequena edícula para o início das atividades, que a princípio contemplava apenas a assistência social, com a implantação da sopa aos domingos e a evangelização infantil; em 1969 eram atendidas perto de 350 crianças da região, que além da sopa e das aulas de moral cristã, tinham seus cabelos cortados por voluntários, além do banho e troca de roupas.

Em novembro de 1976, Germano Santos de Oliveira e Marcos Luiz Genaro, implantam o trabalho de assistência espiritual as terças-feiras à noite e a Comunhão começa suas atividades de divulgação doutrinária.

Em fevereiro de 1978, em Assembléia Geral, decide-se pela alteração do estatuto social, criando-se o Conselho Deliberativo e a Diretoria Executiva, dividindo dessa maneira a administração da associação.

Em setembro de 1984 inicia-se a construção do salão nobre, que foi inaugurado em junho de 1986.

Em abril de 1988 introduz-se a Assistência Espiritual às quartas-feiras à tarde.

Em maio de 1992, inicia-se a reforma da cozinha e da câmara de passes, que passam a ter área útil de 64 m2 em cada pavimento.

Em outubro de 1995 a Comunhão tem uma freqüência média de 700 assistidos por semana, em dois dias de atividades públicas.

Em Janeiro de 2005 introduz-se a assistência espiritual aos domingos.

Em Janeiro de 2007, por sugestão da diretora Solange dos Santos Rocha Veiga, implantam-se os Grupos de Estudos Doutrinários, com o objetivo de levar aos participantes um conhecimento bem mais aprofundado das obras básicas da Codificação.

TOP